Batatóp é franquia de batatas fritas vendidas em lojas container

22/10/14

 

As lojas têm o formato de containers metálicos similares aos de portos, que ocupam pouco espaço – normalmente são instalados em estacionamentos, supermercados, terrenos ou qualquer pequeno espaço em área livre e descoberta – e têm mobilidade. “O franqueado pode vender batatas na praia, no verão, ou em Campos do Jordão, no inverno, por exemplo”, diz Alessandro Scapol, diretor da Batatóp. O produto é vendido em cones, com recipientes para várias opções de molhos, como mostarda com mel, barbecue e queijo cremoso. A versão palito custa R$ 10 e a noisette, R$ 12.

 

“Percebemos que no Brasil não havia consumo exclusivo de batatas fritas como refeição e apostamos nesse nicho de mercado”, conta Scapol. Para se adaptar ao gosto dos brasileiros, a empresa desenvolveu um óleo vegetal especial que deixa as batatas mais sequinhas e saudáveis, além de conservar sua crocância por mais tempo. “A receita é segredo”, brinca o idealizador da marca.

O investimento inicial parar abrir uma franquia da Batatóp é de R$ 100 mil, inclusos taxa de franquia e capital de giro. São cobrados 5% de royalties e 2% de fundo de propaganda. “Só precisamos de sistemas hidráulico e elétrico para levantar uma unidade em 45 dias”, explica Scapol. O tempo de retorno é de 12 a 18 meses e o faturamento gira em torno de R$ 40 mil por mês.

A Batatóp possui duas unidades próprias em Sorocaba, no interior de São Paulo e, além da loja em Blumenau (SC), outras duas franquias estarão em funcionamento até o fim do ano. A meta é alcançar 30 franqueados em 2015, espalhados pelo país, e oferecer também a operação em food trucks. A empresa ainda oferece mini churros recheados e serviço para festas.

suafranquia.com

 

Veja outras notícias.