Empresários investem em franquia de batata frita gourmet

20/10/14

A batata frita ganhou sua própria franquia com apelo gourmet. Frita em óleo vegetal especial e vendida em cones, a batata é o carro-chefe da rede Batatóp. A primeira unidade foi inaugurada no fim do ano passado, em Sorocaba, pelos sócios Alessandro Scapol e Vinicius Klarosk. A segunda unidade própria será aberta no dia 29 de outubro e a primeira franquia será inaugurada em novembro, em Blumenau.

 
Divulgação
Alessandro Scapol investiu R$ 500 mil para formatar o negócio

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::
:: Twitter ::
:: Facebook ::
:: Google + ::

A ideia de investir em um negócio especializado em batata frita surgiu em outubro de 2012 quando os sócios estavam na Holanda. "Vimos a venda de batata frita em um local próximo do hotel e falamos: temos que levar isso para o Brasil", lembra Scapol, que na época era franqueado de uma loja de roupas.

Inicialmente, a intenção era trazer uma marca para o Brasil. Mas as dificuldades de internacionalização fizeram os sócios formatarem um novo negócio adaptado para o País. O processo de busca de fornecedores, definição de marca e conceito demorou cerca de um ano até a abertura da primeira unidade. O investimento inicial foi de R$ 500 mil. 

"Em geral, as batatas que são vendidas são fritas em gordura vegetal. Fica crocante, mas murcha rápido. O nosso segredo está no óleo vegetal. A batata fica crocante por mais tempo, mais dourada", conta Scapol. Atualmente, a Batatóp vende dois tipos de batata frita: em formato de gomo e a noisette (redonda com purê de batata por dentro e crocante por fora) - o consumidor ainda tem a opção de seis molhos para acompanhar.

A pedidos dos clientes, a empresa também incluiu minichurros recheados de doce de leite no cardápio e prepara o lançamento da batata doce. O cone com 300 gramas de batata frita custa R$ 10. A batata noisette custa R$ 12 e o cone com oito minichurros é vendido por R$ 8.

Franquia. As lojas da Batatóp são montadas em contêineres e o investimento inicial exigido é de R$ 100 mil com previsão de faturamento médio mensal de R$ 40 mil. Após a abertura da segunda unidade própria e da primeira franquia, os sócios esperam abrir mais duas unidades até o fim do ano. O plano de expansão da rede é chegar a 30 unidades em 2015, com prioridade para o interior de São Paulo e Nordeste.

O modelo de contêiner foi escolhido porque ocupa pouco espaço e pode ser instalado em estacionamentos, supermercados ou qualquer outro lugar com um espaço livre. E caso o modelo não se adapte ao ponto, é possível instalar o contêiner em outro lugar com facilidade. Investir em um food truck da Batatóp também está nos planos para 2015. O modelo itinerante será formatado em um caminhão com um contêiner e também deve ser vendido como franquia.

Franquia Batatóp
Investimento inicial: R$ 100 mil
Taxa de royalties: 5%
Taxa de propagada: 2%
Retorno: 12 a 18 meses
Faturamento médio mensal: R$ 40 mil.
Site: www.batatop.com.br

 
Veja outras notícias.